domingo, 7 de fevereiro de 2010

NAVEGAÇÕES PORTUGUESAS E ESPANHOLAS (PIONEIRAS)

Como Portugal foi pioneiro no quesito expansão marítima, sua evolução foi mais rápida que a de Espanha. No final do século XV, como a atividade que mais dava lucro era o comércio de especiarias asiáticas como: seda, jóias e temperos eram muito procurados pelos europeus, porém esse comércio era comandado pelos venezianos e genovezes, que ficavam na península itálica que dominavam a rota do mar Mediterrâneo. Como os venezianos e genovezes revendiam essas especiarias mais caras pro resto da europa, gerava uma necessidade de se procurar uma nova rota para comprar diretamente essas especiarias, obtendo lucro na venda. Foi quando em 1498 comandando uma esquadra de caravelas, o velejador Vasco da Gama chegou as Índias, contornando o continente africano. Em 1500, a esquadra de Pedro Alvares Cabral chega a América.
No meio tempo em que Portugal despontou em sua expansão marítima, a Espanha se envolveu no processo de expulsão dos mouros da Península Ibérica. O fim da chamada Guerra de Reconquista possibilitou a inserção dos espanhóis na corrida de expansão marítima. Através do projeto de Cristóvão Colombo, a Espanha decidiu financiar a expedição do explorador italiano, em 1492. Colombo dizia que seria possível alcançar o Oriente navegando pelo Ocidente. Nessa aventura, a Coroa Espanhola descobre o continente americano. A partir de então, a Espanha inaugurou uma nova área de exploração econômica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário